Pesquisar neste blogue

domingo, 8 de maio de 2011

Bolonha - Snow Ball

Bolonha - Snowball

Bolonha - Gastronomia

Nenhuma viagem fica completa sem os sabores da região. Como não podia deixar de ser, vou falar um pouco sobre a gastronomia de Bolonha, sobre o cliché da massa à bolonhesa e sobre outras delícias menos conhecidas... Não vou respeitar nenhuma ordem, vou falar das iguarias pela ordem que as fui saboreando...

Fatia de pizza

Cheguei a Bolonha na hora de almoço e não me apeteceu "perder tempo" a parar para almoçar. Optei por fast food, mas não, não fui a uma cadeia internacional de fast food, quando visito um país tento comer sempre o que é típico, e não é a falta de tempo que vai mudar isso.
Assim sendo comprei uma fatia de pizza, num dos muitos restaurantes de comida rápida caseira da Via Indipendenza. É a verdadeira fast food italiana, com a vantagem de ser muito mais saborosa e a um preço imbatível. Por esta fatia de pizza, com tomate cereja, mozzarela, e rúcula paguei €2.

Gastronomia - Fatia de pizza

Montras

Ao passear pela cidade é impossível não babar ao depararmo-nos com as montras de comida.

Esta montra de charcuteria e massas frescas encheu-me as medidas.

Gastronomia - Montra de Charcuteria
Mas quem me conhece sabe que a minha perdição são mesmo estas montras:

Gastronomia - Montra de bolos

Bolo de morango

Depois de algumas voltas nada melhor que recuperar a força com uma maravilhosa fatia de bolo de morango. Sem dúvida o melhor doce que comi nesta curta estadia em Itália. Foi comprada na Pasticceria Il Duca D'Amalfi, que fica na Piazza De'Celestini 3/a.

Gastronomia - Fatia de Bolo de Morango

Caldarroste

Alguns monumentos depois, já a caminho do hotel, não resisti a uma Caldarroste, que é nem mais nem menos que castanhas assadas, mas em vez de serem como as nossas em carvão, são numas panelas gigantes eléctricas. A vantagem é que não sujamos as mãos e não perdem em sabor.


Gastronomia - Castanhas
Trattoria Tony


Gastronomia - Trattoria Tony

Depois de algumas tentivas para jantar nalguns restaurantes recomendados pelo hotel, acabamos na Trattoria Tony. Em termos de decoração não tinha nada de especial, era um restaurante normal, como os de cá.

Antipasto

Nenhuma refeição verdadeiramente italiana pode começar sem o antipasto.Em tradução literal significa antes da refeição. Pode ser composto por uma selecção de entradas frias ou quentes. Neste caso foi-nos servida uma composição muito básica de carnes frias e queijo, sem nada de especial: presunto, mortadela, chouriço e dois bocadinhos de parmesão.


Gastronomia - Trattoria Tony - Antipasto
Primo

Consiste, geralmente num prato quente como pasta, risotto, gnocchi ou sopa.

Tagliatelle al ragù
Em Bolonha fomos à procura do internacionalmente famoso esparguete à bolonhesa. Mas não o encontramos...
Esta cidade deu ao mundo o molho bolonhese, mas aqui tem o nome de ragù. O molho autêntico tem cerca de 20 ingredientes e é servido com tagliatelle, nunca com esparguete, uma vez que é mais rugosa e absorve melhor o molho. A sua composição deve ser principalmente de carne, com algum tomate.

Gastronomia - Trattoria Tony - Tagliatelle al ragù
Informações úteis:
Outro prato típico, composto por um tipo de pasta chamado Garganelli com tomate, vinho tinto, cenoura, aipo e carnes, tudo cozinhado lentamente.

Gastronomia - Trattoria Tony - Garganelli alla Contadina
Secondo

É o prato principal, geralmente peixe ou carne.

Cotoletta Bolognese
É um dos pratos mais típicos de Bolonha. É uma costolete frita em manteiga, coberta com uma fatia de presunto e uma fatia generosa de queijo parmesão.

Gastronomia - Trattoria Tony - Cotoletta Bolognese
Lombo di Maiale al Forno
Também é uma especialidade bolonhesa. Consiste em lombo de porco assado no forno.

Gastronomia - Trattoria Tony - Lombo di Maiale al Forno
Contorno

É o acompanhamento. Os pratos principais em Itália não são servidos com acompanhamentos, por isso é necessário pedir um contorno.

Puré di Patate
O puré de batata bolonhês leva queijo parmesão e noz moscada.
Gastronomia - Trattoria Tony - Pure di Patate
Dolce

Panna Cota
Popular também pelas terras lusas, é um pudim de natas cozidas.
Gastronomia - Trattoria Tony - Panna Cota
Zuppa Inglese
É uma sobremesa típica de Bolonha. É feito de pão de ló embebido num licor chamado Alchermes, coberto com creme de pasteleiro e creme de chocolate. Não gostei desta versão que comi.
Gastronomia - Trattoria Tony - Zupa Inglese
Digestivo

Para terminar a refeição os italianos costumam servir um digestivo.

Limoncello
Licor de limão, é o mais popular digestivo de Itália.
Gastronomia - Trattoria Tony - Limoncello
Hotel Internazionale

Colazione

É a palavra italiana para pequeno-almoço. Neste hotel é muito bem servido, bebi aqui o melhor Capuccino e o melhor chocolate quente de sempre. Além das bebidas quentes, tem vários sumos (confesso que não gostei de nenhum), ovos mexidos, bacon, salsichas, vários tipos de pão...


Gastronomia - Hotel Internazionale - Capuccino

Gastronomia - Hotel Internazionale - Cioccolato Caldo
Scalinattela Ristorante Pizzeria

Gastronomia - Scalinatella


Antipasto

Sfizio
É uma combinação de diversos tipos de entradas, imperdível...

Gastronomia - Scalinatella - Sfizio
Pizza
Não podia ir a Itália e não comer o ex-libris da gastronomia italina. Nada melhor que uma pizza em forno de lenha, para terminar a minha aventura bolonhesa. Uma pizza com Mozarella di Bufala, tomate e basílico.

Gastronomia - Scalinatella - Pizza Buffala

Bolonha - Instantes

Bolonha - Instantes - Via Massimo D'Azeglio


Bolonha - Instantes - Quiosque


Bolonha - Instantes - Piazza del Neptuno


Bologna - Parco della Montagnola


Bolonha - Instantes - Feira Piazza dell'Otto Agosto

Bolonha - Instantes - Movida nocturna

Bolonha - Instantes - Arena del Sol


Bolonha - Instantes - Placas a indicar o caminho a seguir


 Bolonha - Instantes - Palazzo de la Mercanzia


Bolonha - Instantes - Casa Seracconoli

Bolonha - Instantes - Porta Castiglione


Bolonha - Instantes - Pórtico do Archiginasio

Bolonha - Instantes - Um dos grupos de escuteiros que abundavam na cidade

sábado, 7 de maio de 2011

Bolonha - Outras Igrejas

São inúmeras as igrejas de Bolonha, quase em todas as ruas existe uma ,de maior ou menor dimensão, mas bastante diferentes a nível arquitectónico.

Vou partilhar convosco algumas das que visitei, confesso que são muito menos do que aquelas por onde passei, mas como o tempo era escasso, algumas ficaram por ver. Noutros casos, devido ao horário não foi possível visitar o interior.

Cattedrale di San Pietro


Igrejas de Bolonha - Catedral de San Pietro

Para mim, a mais deslumbrante de Bolonha, talvez por não vir no Top 10 da cidade e por tê-la encontrado num passeio a caminho da Piazza Maggiore.


Igrejas de Bolonha - Catedral de San Pietro - Vista interior
É a Catedral de Bolonha, dedicada a São Pedro, estudos históricos dizem que foi construída no séc X, contudo, escavações arqueológicas levam a crer que seja bem mais antiga.

Igrejas de Bolonha - Catedral de San Pietro - Escavações arqueológicas
É a casa do Arcebispo de Bolonha., é o centro liturgico e espiritual da cidade.


Igrejas de Bolonha - Catedral de San Pietro - Celebração da Eucaristia Dominical
Informações úteis:
http://www.bologna.chiesacattolica.it/cattedrale/ 

Chiesa de San Bartolomeu

Igrejas de Bolonha - Igreja de S. Bartolomeu

A tradição fala de uma igreja dedicada a S. Bartolomeu já no século V, construída por São Petrónio sobre os alicerces de uma igreja cristã primitiva.

Igrejas de Bolonha - Igreja de S. Bartolomeu - Vista interior
No local onde hoje se ergue a basílica, existia  uma igreja, no séc. XIII, relativamente pequena, com a fachada voltada para a Piazza di Porta Ravegnana.

Igrejas de Bolonha - Igreja de S. Bartolomeu - Vista interior
A igreja com o aspecto que hoje conhecemos remonta aos séc. XVI/II e incorpora o pórtico do palácio Gozzadini. O novo edifício é maior e tem a fachada voltada para a Strada Maggiore.

Informações úteis:
http://www.parrocchiasantibartolomeoegaetano.it/


Chiesa di San Giovanni in Monte


Igrejas de Bolonha - Igreja de S. João do Monte
 A igreja está localizada na praça do mesmo nome, elevada vários metros, em relação às ruas circundantes. Segundo consta a sua construção teve início no ano 443.

Igrejas de Bolonha - Igreja de S. João do Monte - Vista interior

As origens desta igreja estão ligadas à lenta recuperação da cidade após a queda do Império Romano e com a presença de San Petronio, em Bolonha, e ao simbolismo que os lugares santos de Jerusalém, desempenharam no complexo de Santo Stefano. Este lugar tenta recriar o Monte das Oliveiras.